Vereador Luis Costa cobra médico perito para Primavera do Leste

por DRIELY PINOTTI publicado 21/02/2019 12h45, última modificação 21/02/2019 12h50
21 de Fevereiro de 2019

Durante Sessão Ordinária, o vereador Luis Costa (PR) comentou de uma agenda que cumpriu em Brasília, na semana passada,  e mencionou visita ao gabinete do senador Jayme Campos (DEM), em que foi buscar um auxílio do parlamentar para resolver a situação da falta de médico perito em Primavera do Leste. “Essa tem sido uma bandeira defendida pelo meu gabinete. Entendemos tudo o que já passou, mas agora, com um novo governo e uma nova forma de administrar, vamos tentar resolver esse transtorno que muitas pessoas enfrentam na hora de passar por uma consulta de perícia”. O parlamentar ainda comentou que o senador Jayme Campos organizou uma agenda para que os vereadores possam tratar do assunto com as autoridades competentes. 

Com o pensamento de que a política existe para ajudar o povo, o vereador Luis Costa ainda salientou ter pedido apoio ao senador para resolver o problema dos moradores da região do Vale Verde. “Essa situação de demarcação territorial precisa ser solucionada com muita agilidade, pois a população não tem o atendimento necessário, por conta deste conflito”, disse.

Na oportunidade, ele agradeceu ao deputado federal Juarez Costa, por ter o acompanhado em uma agenda no Mistério da Saúde. O intuito é habilitar a Clínica de Hemodiálise.  “Esse serviço tem sido fundamental não apenas para nosso município, mas para nossa região. Poder receber recurso federal possibilitará um atendimento com mais qualidade”, comentou.  

Eu Amo Meu Bairro

Em relação ao projeto itinerante realizado pela Prefeitura, no último final de semana, o parlamentar Luis comentou que o mais importante é que a população foi atendida, bem como as solicitações dos vereadores em relação a construção de quebra-molas, pinturas de faixas de pedestres, além da diminuição de filas na área de saúde, com exames de ultrassons e tipagem sanguínea. No entanto, ele reforçou a importância  da Prefeitura pagar aos servidores públicos essas horas trabalhadas e, ainda ressaltou,  estar atento quanto a possibilidade de uma propaganda eleitoral antecipada.

 Indicação

O parlamentar disse que, na próxima sessão ordinária, será feita a leitura de uma indicação de sua autoria, que solicita a Educação Compartilhada. Esse é um modelo de gestão educacional em parceria com Polícia Militar  e com a participação do Corpo de Bombeiros. A Secretaria de Educação continua dirigindo as escolas e cuidando de toda a parte pedagógica, enquanto os militares vão se ater à direção dos aspectos disciplinares, administrativos e das atividades de contraturno – como oferta de aulas de música, esporte, xadrez e aulas de ética e cidadania.